Facebook

A Fundação SOS Mata Atlântica lançou o relatório técnico “Unidades de Conservação Municipais da Mata Atlântica” e identificou que a maior parte delas está sob influência dos centros urbanos. O conteúdo traz um estudo de caso sobre Curitiba e destaca o trabalho feito pela SPVS, em parceria com a Prefeitura Municipal, para avaliação ambiental e identificação de áreas prioritárias para criação de Unidades de Conservação (UCs) públicas e privadas. Leia o estudo completo da SOS Mata Atlântica: http://bit.ly/2tUDqNK
Essa é uma muda de saboneteira (Quillaja brasiliensis) plantada há dois anos na Fazenda Ribeirão das Pedras, em Bocaiúva do Sul, no Paraná. Na semana passada, durante o monitoramento da área, os técnicos do Programa Desmatamento Evitado e da Sociedade Chauá observaram que a planta já está medindo 2,10m de altura. Esse acompanhamento faz parte das ações de restauração do Projeto de Plantio Compensatório, realizado pelo programa da SPVS em parceria com a Autopista Planalto Sul.

Twitter

Últimas Notícias

 

Projetos

Para a SPVS, a conservação da biodiversidade representa um componente indispensável para a busca pelo desenvolvimento sustentável. Sob essa perspectiva, a atuação da SPVS se pauta por desenvolver mecanismos inovadores para a manutenção do patrimônio natural e seus processos ecológicos.

SPVS - Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental R. Victório Viezzer, 651 R , Curitiba, Paraná. (41) 3094-4600 - Devido a problemas na central telefônica, para entrar em contato com a instituição, por favor ligue para (41)98856-2628. .