Notícias Gerais

23 de abril de 2019

Conexão Araucária promove evento em São Mateus do Sul

Por Comunicação

Reunião com representantes de três municípios do sudeste do estado permitiu a troca de experiências sobre o projeto

Secretários de Meio Ambiente dos municípios de São Mateus do Sul, Rio Azul e Mallet no sudeste do Paraná, participaram na tarde do dia 17 de abril de um encontro promovido pela SPVS, JTI e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Mateus do Sul. O objetivo do evento, realizado na Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul (ACIASMS), foi promover a troca de experiências e apresentar os resultados já alcançados pelo Projeto Conexão Araucária e o Projeto Taquaral 10, conduzidos pela Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem (SPVS) e pela Prefeitura de São Mateus, respectivamente. Também participaram do encontro representantes do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e do Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

O Projeto Conexão Araucária vai restaurar 335 hectares de Floresta com Araucárias até 2021, por meio de parcerias com produtores da agricultura familiar da região. O projeto inclui orientação técnica, insumos, mudas e mão de obra de plantio para os agricultores interessados em regularizar as chamadas Áreas de Preservação Permanente (APP), protegidas por lei que incluem as matas ciliares – vegetação que margeia rios e nascentes –, topos de morros e encostas.

Além de receber este benefício, sem custo financeiro, os produtores são orientados sobre práticas de manejo da conservação da natureza em suas propriedades. “É importante o produtor ter conhecimento de que ele também estará contribuindo para a manutenção dos serviços ecossistêmicos, pois a vegetação natural aumenta a resiliência da área frente aos eventos climáticos extremos e contribui positivamente na manutenção da oferta de água”, explica Vitória Müller, coordenadora do Projeto.

Para viabilizar essa iniciativa, a SPVS conta com o investimento do Governo Federal via financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e apoio da empresa JTI como principal parceiro no desenvolvimento das atividades do Projeto.