Notícias Gerais

20 de junho de 2014

Mosaico Lagamar: você sabe o que é?

Por Assessoria de imprensa/SPVS

Conjunto de Unidades de Conservação forma estrutura e contribui com a conservação da biodiversidade

 A região do litoral Sul de São Paulo e litoral do Paraná conta hoje com o maior remanescente contínuo de Mata Atlântica do Brasil. Ali se concentram 52 Unidades de Conservação (UCs) que, juntas, formam o Mosaico Lagamar, registrado junto ao Ministério do Meio Ambiente em2006. A Reserva Biológica Bom Jesus, criada em 2012, é parte da Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaraqueçaba, uma das regiões que compõem a formação.

Definido pela lei SNUC (Sistema Nacional de Unidades de Conservação), o termo Mosaico se refere a um “conjunto de Unidades de Conservação de categorias diferentes ou não, próximas, justapostas ou sobrepostas, e outras áreas protegidas públicas ou privadas, cuja gestão deve ser feita de maneira conjunta e integrada”.

Ricardo Miranda de Britez, coordenador de projeto da SPVS, comenta que quando atuam em conjunto, as UCs criam melhores oportunidades para a gestão de suas áreas, o que gera resultados mais expressivos de conservação da fauna e flora, serviços ambientais e também de trabalho para as comunidades locais. Geração de empregose renda alternativa para os moradores da região também são resultados esperados para o futuro do Mosaico, bem como atividades de ecoturismo e espaço para pesquisas, que podem ser integradas com ações práticas.

Ricardo lembra que a SPVS apoia esse tipo de ação porque acredita que “as Unidades de Conservação são uma das principais e mais efetivas ferramentas para a conservação da biodiversidade”. Para Fátima Becker Guedes, chefe da APA de Guaraqueçaba, os serviços ambientais de provisão de água, terras férteis, polinização, bem como de contenção de encostas e até mesmo de lazer e contemplação da natureza precisam ser uma preocupação do ser humano. “Na APA de Guaraqueçaba, a criação da Rebio Bom Jesus dá maior destaque para a importância ambiental da região, ampliando a perspectiva deo aporte de recursos e esforços federais de proteção, gestão participativa, pesquisa e monitoramento da região.Adicionalmente, esta nova unidade gerará maior arrecadação aos municípios abrangidos pelo ICMS-ecológico, um mecanismo financeiro que tem gerado recursos importantes para as gestões públicas locais”.

A Reserva Biológica (Rebio) Bom Jesus, cujo apoio para conservação foi anunciado no Dia Mundial do Meio Ambiente (05 de junho), é habitat para diversas espécies da fauna e flora, muitas delas ameaçadas de extinção ou endêmicas, como o papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis). A área marinha, de mangues e encostas também estão protegidas pelo Mosaico Lagamar. A anta, o cachorro-do-mato-vinagre e a onça-pintada, por exemplo, são outras espécies que podem ser encontradas na região, assim como a canela-preta, espécie de árvore nativa da Mata Atlântica e alvo de constante exploração.